Estratégia de Sustentabilidade

Somos especialistas na codefinição de estratégias de sustentabilidade alinhadas com os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável. Ajudamos as organizações – Empresas, Universidades, Câmaras Municipais e Associações – a desenharem uma estratégia de sustentabilidade, definindo os seus Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) prioritários e os temas materiais, através da análise da cadeia de valor, da avaliação e análise do ecossistema empresarial e mediante diálogo com os stakeholders.

Esta abordagem permite a qualquer organização ter uma Visão, Missão, Estratégia, Eixos de Atividade, Modelo de Governação e um Plano de Ação definido com KPIs, equipa e orçamento.

Trabalhamos com os nossos clientes e respetivos stakeholders prioritários para identificar as ações mais adequadas a cada ecossistema empresarial.

Análise de Materialidade

Ajudamos a sua empresa a identificar os temas materiais afetos à atividade do negócio. Para isso:

  • Analisamos a cadeia de valor da empresa/produto; 
  • Fazemos auscultação de stakeholders (interna e externa);
  • Com base na cadeia de valor identificamos os impactes ambientais, sociais e éticos/governança da organização e associamo-los aos ODS;
  • Criamos a matriz de materialidade.

Envolvimento com Stakeholders

Promovemos o diálogo e envolvimento de stakeholders como parte da sua estratégia de sustentabilidade através da:

  • Identificação e segmentação de stakeholders;
  • Identificação dos interesses comuns e específicos de cada stakeholder relevante;
  • Organização e facilitação de encontros, plataformas de diálogo e de cocriação;
  • Comunicação com as diferentes partes e gestão de conflitos;
  • Cocriação e monotorização de projetos colaborativos;
  • Participação em iniciativas de multi-stakeholders.

Os objetivos de sustentabilidade só podem ser atingidos através da cooperação forte entre os diferentes atores da sociedade na criação de soluções. Por essa razão, o diálogo e envolvimento com stakeholders é essencial para a construção de negócios mais responsáveis. Neste processo, trabalhamos a criação de relações saudáveis de sinergias com as comunidades locais, ONGs que representem interesses sociais e ambientais, setor público, universidades e outras entidades. Desta forma garantimos a integração de diferentes perspetivas e visões sobre os desafios da sustentabilidade, cocriando soluções com impacte positivo.

Identificação dos ODS Prioritários

Ajudamos as empresas a integrar os Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) na sua estratégia, ao compreender quais são os impactes positivos e negativos que a sua atividade tem ao longo de toda a cadeia de valor. Utilizando ferramentas desenvolvidas pelo WBCSD, GRI e UN, conseguimos, em conjunto com a empresa:

  • Identificar os ODS prioritários associados aos impactes da sua cadeia de valor;
  • Identificar os eixos prioritários de uma estratégia de sustentabilidade;
  • Identificar ambições, ações e metas para cada um dos eixos;
  • Envolver os fornecedores no reconhecimento e integração de ODS; 
  • Definir métricas e objetivos que contribuam para os ODS;
  • Desenvolver um “Fact Sheet KPIS de Sustentabilidade”

A SYSTEMIC PODE AJUDÁ-LO A:

Escolher os objetivos que mais importam para a sua organização. As empresas não precisam de identificar todos os objetivos – especialmente ao mesmo tempo – mas devem optar por aqueles em que mais impacte podem ter.

Melhorar a consciencialização sobre os objetivos. As empresas que integram os objetivos como parte da sua estratégia de negócio, garantem que a consciencialização dos ODS atinge diferentes stakeholders.

Examinar a cadeia de abastecimento. O grande impacte será na forma como a empresa seleciona e gere os seus fornecedores – é essencial integrar os objetivos em parcerias para que os fornecedores partilhem a mesma filosofia.

Porque é que as empresas devem reconhecer os ODS?
Trata-se de um apelo à ação de todos os países – desenvolvidos e em desenvolvimento – numa parceria global com o sector privado e a sociedade civil. Não importa quão grandes ou pequenas, e independentemente da sua indústria, todas as empresas podem contribuir para os ODS. Diferentes ODS são diretamente relevantes para diferentes empresas e, portanto, o primeiro passo é conhecer os ODS com os seus sub-objetivos e compreender a sua importância para o desenvolvimento sustentável e a sua ligação aos objetivos de uma empresa. Os ODS facilitam o alinhamento da estratégia corporativa com as necessidades da sociedade atual. Destacam áreas de inovação e podem ajudar a abrir novos mercados.

Para as PME será cada vez mais importante comunicar como é que os seus produtos contribuem para os ODS, e que ações estão a realizar para diminuir os seus impactes negativos. Não só os clientes já querem ter esta informação, como os investidores e financiadores quer públicos quer privados também o irão solicitar muito em breve.

O que são os ODS?
Lançados em 2015 pelas Nações Unidas, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definem a agenda das pessoas, do planeta e da prosperidade, de forma a alcançar uma sociedade sustentável para todos até 2030. Desde acabar com a pobreza, melhorar a saúde e a educação, reduzir as desigualdades e estimular o crescimento económico os 17 ODS também combatem as alterações climáticas e a preservação dos nossos oceanos e florestas.

SUSTENTABILIDADE DA CADEIA DE VALOR

A cadeia de valor é o tema central para definir qualquer estratégia de sustentabilidade, uma vez que os temas materiais variam consoante os impactes negativos e positivos que a organização tem ao longo de toda a cadeia de valor: tanto a montante (cadeia de abastecimento) como a jusante (fase de utilização dos produtos ou serviços). Identificamos os principais impactes, propomos soluções para minimizar os impactes negativos e trabalhamos em parceria com outras empresas especializadas na análise do ciclo de vida dos produtos.

Estas soluções podem passar por:

  • Avaliar os riscos Ambientais, Sociais e de Governação (ESG) ao longo da cadeia de valor;
  • Propor medidas para mitigar os riscos ESG;
  • Criar Ratings ESG aos fornecedores;
  • Capacitação aos fornecedores sobre estes temas;
  • Dinamizar parcerias com alguns dos parceiros da cadeia de valor;
  • Desenvolver códigos de fornecedores e auditorias;
  • Capacitar os colaboradores sobre a importância de critérios de sustentabilidade nas compras;
  • Implementar um sistema de compras ecológicas.

Conheça os outros serviços: Gestão Responsável | Reporte | FormaçãoLiderança